blogss

Escritório sem cadeiras e mesas ?????

Pode parecer estranho, mas o conceito de escritório sem cadeiras ou mesas, onde não se trabalha sentado existe, pelo menos um protótipo, que está em exposição em Amsterdã.

Criado pelo escritório de design RAAAF, pedras adaptadas cortadas por corredores propõem um escritório pelo qual o funcionário caminha e trabalha em diferentes posições. Neste projeto não há cadeiras ou mesas. Criado em parceria com a artista Barbara Visser.

Mais detalhes no link que segue:

http://classificados.folha.uol.com.br/empregos/2014/12/1562551-empresa-cria-escritorio-sem-cadeiras-ou-mesas-onde-nao-se-trabalha-sentado.shtml?cmpid=%22facefolha%22

ler mais

Cancelamento de Inscrição Estadual por inatividade ou omissão de entrega da declaração do Simples Nacional

Boletim Informativo da Receita Estadual do Paraná.
"Cancelamento de Inscrição Estadual por inatividade ou omissão de entrega da declaração do Simples Nacional.

A Coordenação da Receita do Estado comunica a edição do Decreto n. 11.007 de 08/05/2014 e da Norma de Procedimento Fiscal – NPF n. 041/2014 de 12/05/2014, estabelecendo procedimentos para o cancelamento da Inscrição Estadual no Cadastro de Contribuintes do ICMS para optantes do Simples Nacional que incorrerem, alternativamente, nas seguintes situações, perante à Secretaria da RFB - Receita Federal do Brasil:

a) não transmitir as informações prestadas no Programa Gerador de DAS – Declaratório – PDGAS-D, por três meses consecutivos;

b) transmitir, sem indicação de receitas, no PDGAS-D, por três meses consecutivos;

c) não apresentar a Declaração Única e Simplificada de Informações Socioeconômicas e Fiscais – DASN, ou a Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais – DEFIS, até o dia 31 de dezembro do ano-calendário subsequente;

d) apresentar, sem movimento, a DASN ou a DEFIS, nos últimos dois anos-calendário.

Informa, ainda, que dará início ao procedimento de cancelamento da inscrição estadual a partir de 01/10/2014, com base no cruzamento de dados das declarações entregues com o respectivo cadastro.

Convém alertar que o contribuinte em situação irregular no cadastro fiscal estará sujeito à exclusão do Simples Nacional, conforme disposto no art. 17, inc. XVI, da Lei Complementar n. 123/2006."

ler mais

Boa notícia para os comerciantes de vinhos e espumantes do Paraná optantes pelo simples nacional: Redução do percentual da MVA

Por meio do Decreto 11.113/2014 (DOE de 20.05.2014), o Governador do Estado do Paraná alterou o Anexo X do RICMS/PR, que trata sobre o regime da substituição tributária aplicável às operações com vinhos e espumantes.
Redução para 30% do percentual da MVA, para o contribuinte substituto que promover saída de vinhos e espumantes, em operação interna destinada a contribuinte enquadrado no Simples Nacional. As operações interestaduais destinadas ao Estado do Paraná também poderão se utilizar da redução.
Mais detalhes é possível encontrar no link que segue:
http://www.londrina.abrasel.com.br/index.php/component/content/article/7-noticias/1436-vinhos-e-espumantes-sao-incluidos-ao-beneficio-de-reducao-de-mva-com-optantes-do-simples-nacional

ler mais